Buscar
  • Lucca Gabriel

Não seja enganado pelo seu Plano de Saúde: saiba aqui os prazos para cobertura dos procedimentos!

Atualizado: Jan 13


Você já se imaginou precisar de um procedimento de saúde junto ao seu convênio e receber a negativa de que está ainda em período de carência? Eu sei é frustrante, mas calma, irei te ajudar!


Hoje você vai aprender, de uma vez por todas, a não ser mais enganado pelo seu Plano de Saúde! Fique comigo até o final para saber mais!



Bom, carência nada mais é do que um período de tempo que você consumidor não estará coberto pelo plano de saúde. Tempo este que é pré-determinado por lei e que usualmente o plano de saúde não cumpre.



Você tem vários tipos de período de carência a serem cumpridos quando entra no plano de saúde.


• O primeiro dele é o prazo para emergências e urgências que é de 24 horas após ser assinado o contrato de plano de saúde, ou seja, após 24 horas ter assinado o contrato com o plano, se você consumidor tiver algum problema que necessite de urgência ou emergência, estará coberto, até mesmo para doenças já existentes.


• O segundo é o de 180 dias para casos de exames e internações de alta complexidade, tal tempo se dá para que o plano angarie fundos para que você esteja devidamente coberto.


• O terceiro é o de 300 dias para casos das gestantes, ou seja, você gestante não estará coberta pelo seu Plano de Saúde.


Temos ainda os casos de doenças pré-existentes, mais conhecidas como DLP, que somente estarão cobertas após o prazo de 24 meses, ou seja, se você consumidor tem alguma doença pré-existente, devidamente constatada pelo convênio antes da assinatura do contrato, esta doença só estará coberta após passado 24 meses da assinatura do contrato para casos de procedimentos e cirurgias com alta complexidade e o uso de leitos com alta tecnologia.


Porém, você deve ter ciência de que, em casos de urgência e emergência, mesmo que seja doença pré-existente, o plano deverá cobrir o atendimento.


Podendo você, a depender do caso, ser indenizado materialmente e moralmente quanto a negativa. Por isto, é sempre indicado que você consulte um Advogado Especialista que possa te ajudar!



Dr. Lucca Reis - Advogado Especialista em Direito Médico e da Saúde!




0 visualização

© 2023  Cardoso Reis Law Firm - All Rights Reserveds